Como saber se está sendo Teimoso, Resiliente ou Antifrágil

31 de outubro de 2018 Artigo antifrágil
Compartilhe

Como saber se está sendo Teimoso, Resiliente ou Antifrágil

Um amigo um dia me disse que é fácil perceber a diferença entre teimosia e resiliência. Faça o seu melhor e, no final, se conseguiu o resultado esperado, você foi resiliente, caso contrário foi teimosia pura! Agora se você não pode esperar o final para saber se está sendo teimoso, vamos tentar descobrir juntos.

 

O termo antifrágil ainda é novo e pouco usado

Entendo que a antifragilidade é a evolução da resiliência. Um exemplo de resiliência é um bambu em uma tempestade… Ele se enverga ao máximo e depois retorna para o seu estado anterior.  Para ser antifrágil ele deveria “desenvolver” fibras de carbono a cada tormenta passando a ser “inquebrável”.

Em outras palavras, o resiliente depois de uma situação crítica retorna para o seu estado original, procurando recompor a sua capacidade de execução. O antifrágil, sai fortalecido das situações de conflito, mais preparado e forte para novos desafios.

Todo mundo sabe o que é ser teimoso, o difícil saber quando estamos sendo… O autodiagnostico neste caso é bem difícil pois encontra um grande inimigo: o orgulho próprio.

 

Como nosso cérebro reage ao antifrágil

É muito comum nas reuniões de grupos que tratam algum desvio de conduta ou dependência, utilizar uma frase padrão: Bom dia, meu nome é Thiago e eu sou dependente disso ou daquilo.

Trata-se de uma estratégia mental utilizada evitar que o orgulho próprio sabote a nossa capacidade de analisar, discutir e repensar. Por isso admitir que podemos errar é sempre o primeiro passo.

Além disso é preciso sempre analisar as situações por todos os lados. No Livro Rápido e Devagar, Daniel Kahneman‎ defende que decisões precipitadas, são uma forma que o nosso cérebro encontrou de economizar energia.

 

Como você responderia à questão de Daniel Kahneman?

Daniel Kahneman‎ procura exemplificar ao descrever um personagem de índole dócil e organizada, tem necessidade de ordem e estrutura, e uma paixão pelo detalhe e questiona se este seria um bibliotecário ou um fazendeiro.

A grande maioria das pessoas responde que seria um bibliotecário. Mas… quem disse que um fazendeiro não pode ser organizado?

Você sabia que a probabilidade entre um jovem ser um fazendeiro ou bibliotecário nos EUA é de 1 para 20?! Isso nos leva para outro ponto importante, tenha números ou informações objetivas para basear a sua decisão ou ponto de vista.

 

Saiba vender as suas ideias através de números…

Vender as ideias para aqueles que convivem conosco todos os dias é muito importante…

E se você não fez isso direito pare por aqui. Simon Sinek através do Golden Circle, traz uma metodologia simples e eficaz do: PORQUE, COMO e O QUE fazer. A equipe que sabe bem o PORQUE enfrenta com valentia o COMO fazer.

Seja exaustivo na comunicação do PORQUE. Não toque apenas a razão, mas se possível envolva também a emoção.

 

Valide seus planos com pessoas que pensam lá na frente

É igualmente importante ou melhor, é imprescindível validar os nossos planos com pessoas que pensam 5 a 10 anos a nossa frente é imprescindível! Quer uma dica?

Encontre pessoas que são reconhecidamente autoridade nos assuntos que te atormenta e se permita ser o “bobo” da mesa, colocando o orgulho de lado. Discuta os seus planos e colha as impressões. Existe uma máxima que diz: Aves de mesma plumagem voam juntos!

Bom… Se você adotou boa parte dessas práticas até aqui, podemos dizer que está no caminho da resiliência e um pouco mais distante da teimosia, mas e a anti-fragilidade?

 

Qual o conceito de Antifrágil?

Segundo o professor Nassim Nicholas, criador do conceito e autor do livro “Antifrágil: coisas que se beneficiam com o caos” publicado em 2012”, podemos entender como frágil aquilo que quebra quando submetido à alguma força ou ação externa. Neste sentido, o oposto (Antifrágil) é algo que melhora quando enfrenta situação análoga.

Portanto, entendo que antifragilidade é um conjunto de atitudes que nasce com algumas pessoas, mas que também pode ser aprendida pela grande maioria.  Ser antifrágil significa encarar o caminho difícil e crescer com ele.

Muitos lideres mudam de rota quando aparece uma tempestade, sem saber que existem ocasiões que não há combustível suficiente para contornar a tormenta… Foi assim com grandes empresas que ruíram!

Ser antifrágil não significa entrar na tempestade despreparado, mas agir aplicando todo o conhecimento sobre crises parecidas, buscando a coesão do seu grupo para criar algo melhor.

 

Conclusão sobre ser teimoso, resiliente ou antifrágil

É bastante interessante viver em um mundo onde tudo é completamente planejado, mas parece cada vez mais incompatível com a nossa realidade. Não ter medo do caos e saber crescer com ele é o dever dos líderes nos dias de hoje.

A diferença entre ser teimoso, resiliente ou antifrágil pode parecer ser sutil, mas na verdade é uma somatória de conhecimento aplicado, visão de futuro, engajamento da equipe e uma pitada de fé.

Thiago Vitor

CEO PREVISA

Presidente da Rede Nacional de Contabilidade

 

Leia também:

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  Whatsapp: + 31 99967-7662

 

Solicite um orçamento

Quer saber mais?

Baixe o Guia do eSocial Previsa clicando acima no banner ou aqui: https://materiais.previsa.com.br/guia-efd-reinf

 

ebook EFD-REINF

Baixe o Guia do eSocial Previsa clicando acima no banner ou aqui: https://materiais.previsa.com.br/guia-esocial

 

Baixe o guia do eSocial Previsa

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: http://previsa.com.br/contato

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/previsacontabilidade
Twitter: https://twitter.com/previsa
Youtube – Descomplica Previsa: https://goo.gl/zepzly
Blog: http://previsa.com.br/blog

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *