EBITDA – o que é? Quais as vantagens e desvantagens para empresas de Telecom?

1 de julho de 2019 EBITDA
Compartilhe

EBITDA – o que é? Quais as vantagens e desvatagens para sua empresa de telecom?

Como você mede o andamento de sua empresa? Você sabe que todas as informações que possui (primordialmente, as que dizem respeito aos lucros e prejuízos) são de extrema relevância para essa análise, mas, acabam não sendo suficientes para verificar de forma assertiva o desenvolvimento financeiro de seu negócio e determinar as projeções de crescimento pertinentes à sua área. Ou seja, precisamos de um auxílio maior.

Esse auxílio acontece sob a forma de diversas outras técnicas desenvolvidas a partir da gestão financeira dos negócios, que auxiliam em avaliações com foco na verificação de processos, produtividade e lucratividade. Uma dessas técnicas é o cálculo de EBITDA e, talvez, ele seja ideal para você (e sua empresa).

Hoje, é exatamente sobre o EBITDA que vamos falar.

 

Afinal, o que é EBITDA?

Trata-se de um indicador (muito utilizado no mercado de ações) que mede a produtividade da sua empresa. De uma forma geral, o EBITDA é bastante importante para administradores e empresários e isso não é uma afirmativa muito complexa para compreendermos. Pense assim: a produtividade é um ponto essencial para qualquer investidor… Logo, se você (assim como nós) opta por empreender, o ideal é ter sapiência acerca disso.

Além disso, o cálculo do EBITDA permite uma análise que vai além do resultado final, e, sim, de todo o processo. Ele representa o quanto a sua empresa gera de recursos considerando unicamente as atividades operacionais (desconsiderando os efeitos financeiros e de impostos).

Ah… Se você é um amante de siglas, é importante conhecer o significado dessa. Certo? Então, EBITDA é a sigla de “Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization”. Em português significa “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”, também conhecida no Brasil por LAJIDA.

Ok! Mas, para que serve o EBITDA para Telecom?

Bem… Mencionamos no início deste artigo que o EBITDA é um apoio para a análise assertiva da geração de caixa de sua empresa, uma vez que ele leva em consideração a medida mais precisa da produtividade (e da eficiência) do seu negócio.

Ou seja, a partir de tal técnica, você consegue verificar o lucro (e o prejuízo) que sua empresa tem alcançado e realizar um diagnóstico financeiro. Sendo assim, o EBITDA ajuda a ir além da conjuntura de financiamentos e alavancagem em que sua empresa está inserida e mostra com maior clareza a situação operacional.

Bem bacana, não é mesmo? Mas, um pequeno detalhe deve ser levado em consideração: trata-se apenas de um indicador e deve ser usado em conjunto com outras informações (como o lucro líquido, a evolução de faturamento, situação dos custos etc).

Quais as vantagens e desvantagens desse cálculo

Com essas informações em mãos, você deve estar se perguntando quais as vantagens e desvantagens desse cálculo. Em verdade vos digo que são muitas. Porém, para ficar mais tranquilo, vamos listar em separado.

Vantagens

Para sua empresa, as vantagens em se adotar o cálculo do EBITDA são:

  • Por não se basear apenas em cálculos de financiamentos e contabilidade, é uma ferramenta importante para medir a produtividade e eficiência do seu negócio;
  • Com o aumento do EBITDA ao longo dos anos, é possível constatar que sua empresa é capaz de promover produtividade e eficiência;
  • A comparação do EBITDA das empresas concorrentes com a sua possibilita a análise de competitividade entre elas no mercado;
  • Por ser um indicador universal, a comparação dos EBITDAs entre as empresas pode ser aplicada até para empresas de diferentes países. A comparação é possível pois não são considerados tributos e questões locais.

Desvantagens

O EBITDA possui algumas limitações, que precisam ser bem pensadas antes que você decida adotar em sua empresa. Isso ocorre exatamente por não se tratar de um indicador perfeito. Para sua empresa, as desvantagens são:

  • Por não englobar uma possível alta alavancagem, não deve ser o único indicador usado por sua empresa. Pois, pode comprometer os resultados futuros (ou seja, não permite previsões assertivas);
  • Se sua empresa for investidora em ativos financeiros, o EBITDA não é indicado. Porque os esforços econômicos recompensados e os valores ativos vão passar batido pelo indicador, não são considerados nessa análise;
  • Um ponto essencial para entender o valor real de sua empresa é a liquidez dela, aspecto não indicado pelo EBITDA;
  • É preciso ficar atendo, pois, um resultado positivo pode esconder certos prejuízos financeiros do seu negócio.

Analisando sob essa perspectiva, notamos que existem (como diversos indicadores) pontos fortes e fracos para a adoção do EBITDA. Sendo assim, ele é confiável?

O cálculo de EBITDA é confiável?

A resposta mais adequada é SIM. O EBITDA é um indicador confiável para a tendência de lucros da atividade principal de sua empresa.

Por isso, podemos falar de forma certeira que, o ideal, é adota-lo. Porém, para usá-lo adequadamente, é preciso levar em conta suas limitações. Ou seja, caso você opte por inseri-lo em sua rotina de gestão, esse indicador não deve ser o único avaliado.

Hoje em dia, os resultados são percebidos, também, considerando o “lucro por ação” e o Fluxo de Caixa Operacional, para apresentar uma dimensão mais completa da capacidade da sua empresa em se sustentar, crescer e dar lucro.

E aí? Ficou mais claro o conceito de EBITDA para você? Precisa de um resumo?

Vamos lá!

O assunto abordado (EBITDA) diz respeito ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (ou seja, um indicador que tem foco exclusivo no lucro com base na produtividade).

Para tanto, o ideal é utilizar caso sua empresa seja de capital aberto e deve ser um dos indicadores utilizados por você e pela sua equipe – não o único, primordialmente por não apresentar todas as informações necessárias para suas análises (faltando, por exemplo, a liquidez de sua empresa).

O principal ponto: o EBITDA ajuda a analisar a eficiência de seu negócio e deve ser íntimo de você, investidor.

O ideal é que, agora, você corra para buscar o balanço de sua empresa e sente com seu contador para que vocês, juntos, possam calcular o EBITDA e verificar a produtividade de seu negócio.

Ainda não possui um contador? Entre em contato conosco! A equipe Previsa está preparada para lhe atender.

 

ebook TELECOM

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  WhatsApp: + 31 97196-0369

 

Leia também:

5 passos essenciais ao abrir empresa de Telecom

Telecom: contratar um contador ou começar a empresa sem auxílio?

Contabilidade especializada em Telecom X Contabilidade convencional: qual a melhor opção para sua empresa?

Como devo trabalhar SVA X SCM na minha empresa de Telecom?

Seleção de fornecedores: 8 critérios que vão ajudar a sua empresa de Telecom

 

Se você gostou deste artigo e quer saber como a Previsa Contabilidade também pode ajudar o seu negócio, entre em contato conosco.

Blog: http://previsa.com.br/blog
Facebook: https://www.facebook.com/previsacontabilidade
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCNnAbF8ms6SzsW6oxr9ufBw
Twitter: https://twitter.com/previsa

  Whatsapp: 55 31 99967-7662

Solicite um orçamento
Banner ISP
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *