TELECOM: 5G – o que é “zero touch” e como as empresas precisarão se adaptar

1 de junho de 2020 5G
Compartilhe

TELECOM: 5G – o que é “zero touch” e como as empresas precisarão se adaptar

Imagine, por um instante, basear toda a experiência de seu cliente em uma inteligência artificial (IA). Por meio dessa inteligência artificial, você poderá utilizar dados de interações anteriores e “prever” um pouco sobre o comportamento de seu cliente – uma forma de saber o que ele precisa antes mesmo dele pedir. Pois é, empresário, essa tecnologia já existe. Hoje, viemos conversar contigo sobre o presente e o futuro. Hoje, vamos conversar sobre uma realidade zero touch.

Novos processos e novos equipamentos

Atualmente, operadoras de telecomunicações, como a sua, utilizam um sistema BSS (Sistema de Suporte a Negócios). Esse sistema deverá ser adaptado e precisarão desenvolver roteiros claros para a chegada da tecnologia 5G.

Estudos atuais apontam que, hodiernamente, os processos internos das teles são hoje mais alinhados para atendimento ao consumidor do que para segmentos corporativos. Isso não mudará 100%, mas, será adaptado de forma a seguir a tecnologia – isso se faz necessário uma vez que os dispositivos conectados à internet logo irão ultrapassar os usuários humanos em grande número.

Será necessário então criar novos processos que permitam o lançamento e operação de serviços de maneira rápida e efetiva para esses dispositivos.

Para que seja possível a adaptação

Operadoras como a sua terão que dispor de um ecossistema de parceiros, formado por empresas de segmentos variados, incluindo hardware, software e players do ramo de inovação.

Ou seja, chegou a hora de trabalhar o networking, arregaçar as mangas e fazer contatos rumo ao sucesso. Assim, você conseguirá se beneficiar do conhecimento e experiência desses parceiros para desenvolver e explorar as infinitas oportunidades que serão criadas pelo 5G.

O relacionamento entre sua empresa e seus parceiros deverá ser ágil (primordialmente se você pensar que a base da tecnologia, em muitos âmbitos, é isso: agilidade e presteza). Essa agilidade se fará necessária para que seja possível definir, implantar e adaptar novas oportunidades de negócios com a eficiência exigida pelo mercado de 5G.

Estratégias “zero touch”

Para que essa agilidade seja possível, as redes deverão ser automatizadas por estratégias “zero touch”, que permitem que todos os componentes de uma rede sejam configurados automaticamente e ao mesmo tempo.

Para que essa automação “zero touch” seja viável, você, enquanto operadora, deve oferecer a seus parceiros um marketplace com serviços do tipo “plug and play”, como os existentes atualmente para donos de smartphones em “app stores”.

Pense que, conforme todas as parcerias em todos os tempos, a ideia é “dar e receber”. O seu papel, então, é ser a ponta que oferece o “plug and play”, enquanto seus parceiros favorecem e intermediam outras tecnologias necessárias.  Todos saem ganhando.

Otimização do tempo

É importante atentar-se, também, no que tange a migração das redes para nuvem – que é mais um passo essencial, uma vez que proporciona a facilidade no uso de machine learning e de inteligência artificial, o que ajudará a prever os picos de utilização e a otimização em tempo real dos recursos da rede.

Otimizar o tempo é uma ação que fará com que os seus clientes tenham uma melhor experiência e, com isso, uma menor taxa de reclamação e rejeição.

Cabe ressaltar um ponto interessante para o futuro “zero touch” – novos métodos de tal tecnologia estão surgindo, com o passar dos tempos, com base na voz, nos gestos e na realidade aumentada e/ou virtual. Podemos citar, aqui, por exemplo, as tantas pessoas que já usam o famoso bordão “ok, Google” ante a cada ação em seu smartphone.

E não para nesse exemplo, um em cada dez lares nos EUA já tem um dispositivo de assistente doméstico ativado por voz, como a Alexa da Amazon. À medida que os assistentes de voz forem se tornando mais comuns no dia a dia dos consumidores, espera-se que haja uma integração deles com as plataformas de serviços das operadoras.

O alcance da borda

Cabe ressaltar que, pensando em um cenário mais atual que nunca, à medida que o alcance da borda (onde estão os usuários) aumenta, nossa capacidade de alcançá-la diminui bastante.

De uma forma geral, então, qualquer ação da TI deve ser feita remotamente, o que significa que as infraestruturas de borda em residências, filiais, lojas, armazéns ou outros locais precisarão ser implantadas e gerenciadas de maneira zero-touch, ou seja, sem contato.

Isso significa que tudo deve ser implementado para automação e gerenciamento remoto. As soluções gerenciadas na nuvem com recursos avançados de AIOps terão um papel importante na maneira como esses ambientes distribuídos serão implantados e gerenciados.

Flexibilidade dos negócios e mudanças nos serviços oferecidos

A ideia, então, é que boa parte dos serviços prestados possa ser realizada de forma mais dinâmica, com foco em armazenamento em nuvem (pública ou privada) e nos requisitos dos aplicativos que são usados por seus clientes.

Isso gerará maior flexibilidade em seu negócio, a partir de mudanças no serviço para todos os locais a partir de uma plataforma, a priori, centralizada, ao mesmo tempo ou através de provisionamento automatizado (sem intervenção manual ou “zero touch”). Além disso, é possível fornecer diferentes configurações de rede para diferentes linhas de negócios (pensando em um atendimento a pessoas jurídicas) dentro da sua organização em poucos minutos.

As soluções “zero touch” não só oferecem maior controle, mas, também tornam possível adicionar facilmente novos serviços para apoiar as necessidades de negócios futuros. Ou seja, em poucas palavras: o futuro é zero touch.

Esperamos que você tenha curtido nossa conversa de hoje. Aproveite e compartilhe com seus amigos da área para que eles saibam o que os aguarda.

Até a próxima!

Ainda não possui uma contabilidade para provedor de internet? Tudo bem! Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua associação. Ficamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 40 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência de contabilidade para empresas de tecnologia.

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  WhatsApp:  +31 97196-0369

 

 

 

Banner ISP
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *