Provedores de Internet ajudarão a antecipar a implantação da telemedicina no país

3 de abril de 2020 Provedores de Internet Telemedicina
Compartilhe

Provedores de Internet ajudarão a antecipar a implantação da telemedicina no país

Como empreendedor do ramo de Telecom, você deve estar procurando novidades – primordialmente em uma época que a internet é o meio mais palpável para que todos os nichos se mantenham ativos, certo? Então, em tempo de Covid-19, a equipe Previsa veio para te dar boas notícias e para que você sinta orgulho do nicho que escolheu empreender – provedores regionais estão se comprometendo a conectar 16 mil unidades básicas de saúde pelo Brasil afora para ajudar no combate ao Coronavírus.

Gostou da notícia? Quer entender um pouco mais? Então, separe um minuto de seu home office e relaxe! Vamos conversar!

A informação começa com alguém com peso no nome

Robson Lima, integrante do grupo Rede Conectada – MCTIC, o Presidente da Abramulti (Associação Brasileira de Operadores de Telecomunicações e Provedores de Internet). Ele é, nada mais, nada menos, que um dos articuladores dos ISPs para que conectem as 16 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS), que estão fora da rede.

Pelos números obtidos pelo empresário, falta pouco para que se obtenha 100% de adesão. O que já é um dado maravilhoso e nos leva a ter esperança no que tange o empenho para que a atual situação esteja sanada no menor tempo possível.

O objetivo, até o presente momento, é antecipar em três meses a implantação da telemedicina, de forma a capacitar essas unidades de saúde no combate da pandemia do Covid-19.

O que realmente seria a telemedicina

A telemedicina é um processo avançado para monitoramento de pacientes, troca de informações médicas e análise de resultados de diferentes exames. Estes exames são avaliados e entregues de forma digital, dando apoio para a medicina tradicional. A telemedicina já é utilizada em todo mundo, de forma segura e legalizada, estando de acordo com a legislação e as normas médicas.

Com o uso de tecnologias de informação, que, como é de seu conhecimento, agregam qualidade e velocidade na troca de conhecimento, os médicos que estão inseridos no meio dos estudos da pandemia do Covid-19 podem tomar decisões com maior agilidade e precisão. Por meio da telemedicina, os especialistas conseguem acessar os exames de qualquer lugar do país, utilizando computadores e dispositivos móveis, como smartphones e tablets conectados à internet.

No projeto atual para auxílio no combate ao Coronavírus, a conexão das Unidades Básicas de Saúde será gratuita por 90 dias, até que a RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) possa contratar o serviço. Ou seja, é um apoio para que as equipes possam passar pela pandemia e encontrar soluções. De uma forma geral, em sintomas que não necessitam que você se arrisque indo ao Pronto Atendimento, poderão ser analisados por meio desse meio maravilhoso chamado Internet.

As interações entre os componentes do Grupo Rede Conectada

O Grupo que discute as ações do setor de telecomunicações para o combate do Coronavírus, são praticamente diárias, ainda que remotas. São muitos os envolvidos em tais debates – além de colaboradores no que tange os ISPs, temos nomes presentes como o ministro Marcos, o secretário executivo do MCTIC, Júlio Semeghini, e o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes.

Além disso, o próprio Ministério da Saúde também participa das discussões. Ou seja, uma equipe densa de pessoas especializadas que podem ver a mesma situação em óticas diferentes. Todos juntos no combate ao Coronavírus.

Cabe ressaltar que, no Brasil, o número de UBS é um pouco acima de 47 mil, sendo que 16 mil estão desconectados. Como nós sabemos, atualmente, com a visão de mercado que temos, estar logado é a forma de se manter “próximo” do seu público alvo. Ou seja, são 16 mil Unidades Básicas de Saúde que não estão dando 100% de atenção à população. Se conseguirmos mudar tal ótica, possivelmente, muito será solucionado frente à pandemia mundial.

A tecnologia salva nichos de pesquisa todo o tempo

É importante ressaltar, aqui, alguns pontos que, possivelmente, você (enquanto empreendedor de telecomunicações) já tem ciência: a tecnologia salva nichos de pesquisa todo o tempo. Pense assim: o número de pesquisas online sobre doenças, sintomas, tratamentos e profissionais da área da saúde não para de crescer. E qual seria o motivo disso?

A internet, como você bem sabe, vai além das nossas redes sociais e auxilia pesquisadores na busca de curas pelo mundo inteiro. Além das questões caseiras – o estudo internacional de saúde Bupa Health Pulse, realizado pela London School of Economics (LSE), mostrou que, pelos menos, 8 em cada 10 brasileiros buscam informações de saúde na internet (87%) – e, acredite, meu caro, nem tudo é câncer. Existem diferentes pesquisas no quesito “saúde” – como, por exemplo, qual especialista irá te atender para verificar uma possível contaminação.

Isso nos remete a mais do que a situação atual de isolamento. Hoje em dia, precisamos nos adaptar a uma forma mais dinâmica de pensar. E acreditar na tecnologia como uma ferramenta de sobrevivência no mercado.

A Telemedicina auxilia na experiência do cliente

Pensando na área da saúde, a jornada do paciente se inicia no primeiro contato de um paciente com o nome ou a especialidade de um profissional da saúde, passa pela pesquisa de outros médicos que oferecem o mesmo serviço, e envolve enfim a decisão pelo agendamento e a experiência do atendimento.

E todo o projeto não para somente nas questões de interação das Unidades Básicas de Saúde com seus pacientes. Além disso, tem-se um foco social – o lado solidário e cristão dos provedores nos últimos dias tem feito o resultado de preenchimento de uma planilha online saltar para perto de 100% de preenchimento em alguns Estados e total de 70% em sua totalidade. Ou seja, mais pessoas entram no leque de auxílio. A expectativa é de que a planilha seja fechada dentro de poucas semanas.

Para finalizar, é importante ter em mente que será necessário a conscientização de todos os envolvidos para que os meios sejam utilizados de forma inteligente e auxiliem de forma assertiva os profissionais da área da saúde (que já estão sobrecarregados). A telemedicina é o futuro batendo em nossas portas.

E aí? Gostou? Compartilhe esse artigo com seus amigos. Apostamos que eles também estão curiosos.

Saiba mais:

Como se tornar o melhor Provedor de Internet do Brasil

Quer ter diferenciais de mercado? Entenda nos vídeos a seguir:

Ainda não possui uma contabilidade para provedor de internet? Tudo bem! Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua associação. Ficamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 40 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência de contabilidade para empresas de tecnologia.

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  Whatsapp: + 31 99954-0537

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *