3 dicas para uma PME vender mais mesmo com a crise

2 de maio de 2016
Compartilhe

Empresa de contabilidade dá dicas de como vender mais

A Previsa sendo uma empresa de contabilidade com quase 40 anos de mercado já venceu vários cenários econômicos e pode dizer: o cenário econômico brasileiro não é um dos melhores nos últimos anos para as PMEs e para outras empresas de tamanhos ainda maiores.

Inflação, alta de juros, desemprego, menor faturamento e, portanto, menos investimento. Entretanto, é preciso recuperar o fôlego, ou melhor, não perdê-lo e investir todos os esforços nas oportunidades que a crise pode vir a criar.

Muitos gestores ao verem as vendas reduzirem acabam se desmotivando e projetando um olhar pessimista para o futuro.

Esta não é a hora de desistir, mas sim de repensar as fraquezas, avaliar os pontos fortes e fracos, encontrar soluções para enfrentar períodos de crise e alcançar bons resultados nas PMEs.

No post de hoje mostraremos algumas dicas para vender mais, mesmo em tempos de crise. Quer saber mais? Acompanhe nosso post!

Invista em estratégias de fidelização de clientes da sua PME

Num mercado com ampla concorrência, onde os clientes podem contar com uma grande variedade de produtos/serviços à disposição, fidelizar um cliente exige muito mais que um bom preço, é preciso investir em uma boa estratégia para conquistá-lo e mantê-lo.

Para a Empresa de Contabilidade Previsa o primeiro passo é a preparação. O empreendedor deve planejar o tipo de abordagem de forma cautelosa, transparente e ética. Muitos gestores acabam não investindo numa boa estratégia e colocam a reputação da empresa em risco.

Lembre-se que: fidelizar um cliente custa menos e é bem menos demorado que conquistar um novo consumidor. Por isso, empregue todos os esforços naquele consumidor que já possui e que já mantém certa confiança.

Gestores devem conhecer o perfil do seu público consumidor e quais as necessidades similares, o que lhe possibilita separar os clientes em grupos e colocar em prática planos específicos de marketing e relacionamento. Entre algumas ações estão:

  • A fidelização de um cliente começa pela qualidade do que você oferece. Dificilmente, um consumidor trocará seu produto se você tiver um item que atende ao que ele espera. E melhor, fará uma propaganda para outras pessoas.
  • Conheça o perfil dos seus clientes e seu estilo de vida. Uma boa estratégia precisa contar com as necessidades dos consumidores e o que esperam encontrar na empresa.
  • Se você quer realmente se destacar frente a concorrência, invista num bom atendimento. Consumidores até pagam um pouco a mais quando são atendidos bem e os vendedores oferecem as coisas certas. Nada de insistir para vender aquilo que o cliente não busca, é preciso ser o mais objetivo possível.

Ofereça soluções customizadas

Quando se conhece as preferências e necessidades dos clientes é possível estabelecer estratégias que possam criar um determinado produto/serviço sob medida para o cliente.
A customização é uma ação encontrada por muitas empresas para satisfazer um cliente. Com as inúmeras opções de produtos e a facilidade de compra proporcionada pelos inúmeros ambientes virtuais, o cliente passa a não se contentar com qualquer coisa e quer muitas vezes um produto exclusivo e que se ajuste aos seus desejos e necessidades.

O desenvolvimento de produtos e serviços customizados é uma aposta certeira, uma vez que a empresa pode conquistar a lealdade do consumidor pelo fato de atender a esta exclusividade. Para se ter uma ideia, segundo a consultoria norte-americana Tech Cast, as vendas no varejo em 2017 deverão ser impulsionadas pela customização em massa, que deve ser responsável por 30% deste crescimento.

Foque nos nichos de mercado e inove

Não tente abraçar o mundo, é preciso definir um nicho de mercado e apostar todas as fichas num bom planejamento e numa estratégia que melhor se enquadre ao público consumidor, buscando sempre a inovação. Empresas que identificam seu nicho têm mais chances de sucesso, uma vez que conseguem se comunicar na linguagem do público-alvo que pretendem atingir.

Pense que se tornar relevante num determinado nicho de mercado pode ser bem mais interessante que disputar um mercado grande e com muitos concorrentes. Pequenas empresas têm maiores chances de atingir públicos que não são contemplados por grandes corporações.

Trabalhar com um público menor é a grande vantagem de uma PME, uma vez que se torna mais fácil elaborar estratégias para pequenos nichos e com maiores chances de fidelização. Quer saber mais sobre o assunto? Leia o artigo no blog da Empresa de Contabilidade Previsa: “Crise: alternativas que vão além do corte de custos”!

 Previsa - Baixe nosso eBook: Guia do Sucesso para Abertura de EmpresasFale com a Previsa
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *