Você sabe como funciona uma franquia?

22 de janeiro de 2021 como funciona uma franquia
Compartilhe

Você já pensou em abrir uma empresa para ter autonomia e estabilidade financeira  e pensou em como funciona uma franquia? Deixar de ser funcionário para se tornar patrão é a vontade de grande parte da população. Contudo, nem todos levam o desejo adiante e os motivos são variados.

Em alguns casos, as pessoas desistem por não conseguirem decidir qual modelo de negócio, quais produtos e serviços oferecer, ou por não saber como funciona uma franquia. Já outros não sabem nem por onde começar. Uma parcela desses empreendedores encontram dificuldade em obter investimento inicial e capital de giro, essenciais para colocar a ideia em prática.

Realmente, é preciso saber mais sobre como funciona uma franquia

Local de funcionamento, alvará, estoque, mão de obra, decoração, identidade visual, propaganda. Tudo isso e muito mais deve ser considerado na hora de abrir uma empresa e, claro, exige uma boa verba. Sem contar que a possibilidade real de lucro aparece, em geral, após um ano de funcionamento.

Mas não desista. O sonho de abrir um negócio próprio pode seguir por outro caminho. Ao invés de criar algo novo ou mesmo copiar um modelo já existente, que tal investir em uma franquia cuja marca já está consolidada no mercado?

Isso mesmo, com investimento mais acessível é possível abrir uma empresa como franqueado. Então vamos saber mais um pouco sobre essa modalidade que tem atraído cada vez mais empreendedores.

O que é franquia?

O texto da Lei nº 8955/94, que prevê a regularização desse tipo de relação empresarial, define franquia como sendo:

“Um sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi exclusiva de produtos ou serviços e, eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional”.

Isso quer dizer que, através de um contrato, um empreendedor estará legalmente autorizado a comercializar produtos e serviços em nome de uma marca que já existe no mercado. No dicionário desse tipo de empreendimento ainda existe o franchising, termo em inglês usado para falar do método de comercialização e estratégia de vendas própria da franquia.

A título de curiosidade, a primeira empresa a utilizar esse modelo de negócio foi a Singer, fabricante de máquinas de costura, em 1850. Já a franquia mais famosas e bem sucedida do mundo é a líder em fast-food McDonald’s.

Quais as vantagens da franquia?

Esse modelo de negócio tem crescido muito nos últimos anos, uma vez que beneficia ambas as partes, franqueador e franqueado. Para o detentor dos direitos, faz com o nome da marca esteja presente em mais locais sem que a necessidade de abrir filiais. Do outro lado, um empreendedor que já inicia sua carreira com uma marca estabelecida e de sucesso.

Uma das vantagens da franquia é que você pode escolher entre diversos tipos de serviços e produtos para investir. Muitas marcas nacionais e internacionais, de pequeno, médio e grande porte oferecem esse tipo de relação. Além disso, o montante necessário para abertura varia, tornando mais fácil encontrar uma que condiz com seu perfil empreendedor e verba disponível.

Dessa forma, basta escolher o modelo que mais se adequa às suas necessidades e habilidades. No Brasil, as franquias são divididas em 11 categorias:

  • Alimentação
  • Casa e construção
  • Comunicação, informática e eletrônicos
  • Entretenimento e lazer
  • Hotelaria e turismo
  • Limpeza e conservação
  • Moda
  • Saúde, beleza e bem-estar
  • Serviços automotivos
  • Serviços e outros negócios
  • Serviços educacionais

Existem, por exemplo, franquias que comercializam produtos à base de chocolate e outras que oferecem tratamentos estéticos. É possível também fazer parte de uma rede de fast-food ou mesmo de marmita fitness. Além da oportunidade para aqueles que gostam de trabalhar com joias, roupas e sapatos.

Como me tornar um franqueado?

Para ser um franqueado, o empreendedor pode ser pessoa física ou jurídica. Já o franqueador, aquele que cede os direitos de uso, devem ser obrigatoriamente pessoa jurídica.

Antes de enviar a proposta para uma empresa é importante identificar o ramo que mais te atrai ou o que você tem mais facilidade. Também é preciso pesquisar o que as franquias oferecem e quais são a exigências e restrições.

Para começar a comercializar, o empreendedor interessado deve passar por uma espécie de processo seletivo para provar que tem conhecimento e verba suficiente para manter o negócio em pleno funcionamento. Perfil pessoal também é levado em consideração, já que o franqueado irá representar a marca frente aos clientes.

Ao aderir, o empreendedor passa a ter o direito de usar a marca. Mas, assim como todo empreendimento, a franquia também possui suas particularidades. Se tratando de uma marca que pertence a um terceiro, é preciso que o franqueado siga algumas exigências, que varia de acordo com a empresa.

A mais comum e óbvia delas é a identidade visual. Todas as lojas – físicas ou online – devem ter o mesmo modelo de decoração, cores e elementos. Para manter o padrão em todas as unidades, a franqueadora fornece os materiais e mobiliário para montagem da loja ou, no caso de e-commerce, a estrutura do site.

Qualidade de atendimento e uniforme dos colaboradores também entram na lista de exigências, não podendo ser alterados sem a aprovação da empresa.

Franquia custa caro?

Como dissemos anteriormente, o capital inicial vai depender da marca e tamanho da franquia que deseja investir. Uma coisa é certa, em muitos casos, abrir uma franquia pode ser mais vantajoso economicamente do que tirar uma empresa do papel.

Se em negócio próprio é preciso pagar fornecedores, na franquia o franqueado possui três taxas a pagar:

  • Taxa de franquia: é o valor inicial que o franqueado deve pagar para aderir ao sistema de franchising.
  • Taxa de propaganda: valor destina à publicidade da empresa. Todos os franqueados devem destinar um percentual para propaganda, seja ela impressa, veiculada em rádio e TV ou online.
  • Taxa Mensal de Franquia: também conhecido como royalties, é o valor relativo ao uso da marca e serviço de suporte fornecido pela franqueadora.

Se você tem um dinheiro para investir, vale a pena buscar por franquias. É a possibilidade de iniciar um negócio que já possui clientes fiéis e reconhecimento no mercado.

Saiba mais sobre como funciona uma franquia

Contabilidade para franquias: como funciona e quais são as vantagens?

5 dicas de contabilidade para franquias

Ainda não possui uma contabilidade para franquia e não sabe como funciona uma franquia? Tudo bem! Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua associação. Ficamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 43 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência de contabilidade para empresas de tecnologia.

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  WhatsApp: + 31 97196 0369

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *