5 dicas de contabilidade para franquias

22 de janeiro de 2021Contabilidade para franquias

Franquia é uma alternativa viável para aqueles que desejam empreender, mas não querem correr os riscos de abrir uma empresa nova no mercado. Com capital inicial suficiente para adquirir os direitos, uma boa contabilidade para franquia e muita vontade de trabalhar, os franqueados já começam o negócio com uma marca consolidada, loja estruturada e estoque organizado.

Por ser uma franquia, o negócio exige mais comprometimento dos empresários, já que eles precisam prestar contas para a empresa franqueadora e, de preferência, mostrando resultados positivos. É preciso que o relatório mostre que a empresa está rigorosamente em dia com os compromissos, documentação adequada, entre outros fatores que podem influenciar na relação com a franqueadora.

Manter a organização necessária não é difícil, mas exige compromisso e pensamento analítico, além de rápida tomada de decisão. Com uma administração aprimorada, é possível prestar contas e ainda investir em prospecção de clientes.

Dicas de contabilidade para franquia

Se você já tem uma franquia ou está prestes a abrir uma, vamos dar algumas dicas para manter o calendário financeiro e fiscal em dia. Isso será muito útil para evitar problemas não só com a franqueadora como com o Fisco e Justiça.

  • Organização

A palavra-chave é organização. Todo empreendedor que deseja ver seu negócio prosperando deve prezar pela padronização de processos, gerenciamento de dados e armazenamento de documentos.

E por documento incluímos não só contrato, minutas e relatórios como nota fiscal de toda e qualquer compra feita em nome da franquia, além dos documentos relacionados aos colaboradores.

Como todo empreendimento, uma loja franqueada também está suscetível à fiscalização. Por isso, é melhor ter os documentos e alvarás em local de fácil acesso para o proprietário ou administrador responsável. E, claro, categorizados para facilitar a identificação.

Limites e vencimentos também devem fazer parte da organização financeira e contábil. Para não perder nenhum prazo, o melhor é dedicar algumas horas diárias para a fazer a contabilidade da empresa.

Verificar datas de pagamento, renovação de alvarás e ainda cumprir com as solicitações da franqueadora são ações importantes para poupar tempo no futuro. Tudo isso vai garantir que você consiga manter o financeiro em dia e focar em ações de atração de clientes.

Lembre-se, se algo der errado, a franqueadora será comunicada e sua empresa terá prejuízos, inclusive com possibilidade de fechar as portas, fazendo com que você perca todo o investimento.

  • Finanças pessoal X comercial

Uma das primeiras dicas de ouro para quem possui uma empresa é separar as contas da pessoa física para a jurídica. Mesmo assim, muito insistem em manter recebimentos e pagamentos na mesma conta bancária.

É preciso entender que esse erro prejudica o controle financeiro da empresa e, em caso de emergências, pode acabar com as reservas pessoais do empreendedor. Além disso, unir os dois controles significa gastar mais tempo fazendo a contabilidade da franquia.

Apesar de parecer complicado gerenciar duas contas, essa prática torna a administração da empresa mais ágil e segura. Inclusive, dessa forma é possível separar horários diferentes para gerenciar os ganhos tanto da conta pessoal como da comercial.

Lembre-se, é preciso manter processos, patrimônio e finanças bem delimitados. Não utilize, por exemplo, cartão da empresa para compras pessoais e vice-versa.

  • Contas e impostos

Assim como as demais empresas, a sua franquia também deve pagar as taxas e impostos aos órgãos reguladores e fiscalizadores para manter o funcionamento. Porém, mais do que deduzir as alíquotas, é preciso entender para que servem e saber o percentual correto relativo à atividade da empresa.

Como devem saber, existem três tipos de regime tributário disponíveis no Brasil: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Para cada um existe uma regra e um valor específico, que varia de acordo com o produto ou serviço oferecido.

Estar enquadrado em um regime que não condiz com o perfil da empresa pode gerar diversos contratempos. Vão desde a bitributação – na qual o contribuinte paga o mesmo imposto a dois órgãos diferentes – até sonegação de impostos, mesmo que de forma despropositada.

Na primeira situação, a empresa é prejudicada, já que poderia pagar o tributo somente uma vez. Ou seja, a empresa perde dinheiro a cada pagamento. Já na segunda, é provável que um dia a empresa caia na malha fina da Receita Federal e, com isso, sofrer penalidades e ser condenada a pagar multas.

As contas corriqueiras, como água, luz e internet, também precisam estar em dia para evitar multa e juros por atraso de pagamento. Isso garante que a empresa desembolse somente o necessário.

  • Taxas de franquia

Franqueados têm, além das obrigações com a Receita Federal e colaboradores, um compromisso com a franqueadora. Em frequência e alíquota determinada pelo contrato, é obrigatório o pagamento de duas taxas que são exclusivas desse modelo de negócios.

A primeira delas é a de propaganda, valor dedicado ao fundo de publicidade da rede. Todos que detém o direito de uso da marca devem destinar o valor estipulado previamente para a confecção de peças publicitárias e propagandas nos mais diversos formatos.

Apesar de as taxas serem recorrentes, o franqueado pode acabar esquecendo, o que irá gerar multa e, claro, indisposição com a, digamos, empresa mãe.

Nesse caso, é essencial colocar esses gastos na planilha com as demais obrigações da franquia.

  • Planejamento financeiro

O que garante a estabilidade de uma empresa é o planejamento financeiro. Isso porque a prática permite prever a situação da franquia a médio e longo prazo e, com isso, desenvolver estratégias, tanto para conter perdas como para controlar os ganhos.

É essencial ter controle dos tributos que serão pagos, montante gasto com pessoal, soma das taxas de franquia, entre outros gastos. Esse planejamento é importante em períodos de baixa, quando o comércio não corresponde às expectativas empreendedor.

O planejamento também garante um crescimento ordenado da empresa, uma vez que será mais fácil decidir por ampliação entre outras ações de expansão.

Cuida de uma franquia se torna uma tarefa fácil desde que você dê atenção para a saúde financeira da empresa. Manter a organização e estar atento ao mercado são atitudes que irão manter o sucesso da franquia.

Saiba mais sobre contabilidade para franquia

Contabilidade para franquias: como funciona e quais são as vantagens?

Ainda não possui uma contabilidade para franquia? Tudo bem! Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua associação. Ficamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 40 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência de contabilidade para empresas de tecnologia.

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  Whatsapp: + 31 99954-0537

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *