Como fazer a contabilidade de uma empresa

2 de fevereiro de 2022 Como fazer a contabilidade de uma empresa
Compartilhe

Se você tem um negócio, seja pequeno ou grande, sem dúvida já precisou entender como fazer a contabilidade de uma empresa. Nessa situação, você já se debruçou um bom tempo sobre ela. Portanto, sabe que nem sempre é algo simples.

A contabilidade é uma das partes essenciais de qualquer negócio. Todas as empresas precisam tê-la, obrigatoriamente, em dia. Isso evita não apenas gastos desnecessários. Evita também multas, por exemplo.

Portanto, para você que ainda está começando, este artigo pode ser muito útil. E também para quem já está com o negócio em andamento. Afinal de contas, quem não sente as dificuldades do setor?

Qual o primeiro passo para fazer a contabilidade de uma empresa?

Antes de mais nada, você precisa decidir de que forma levará a contabilidade da sua empresa. Nesse caso, você tem três opções. Pode cuidar você próprio do serviço, lembrando que para isso, é importante possuir conhecimentos técnicos, assim como registro de contador que responda pela contabilidade da empresa, por exemplo. Da mesma forma, pode contratar um contador. Ou, então, terceirizar a contabilidade.

Quando uma empresa está bem no início, tudo parece fácil. Muitos empresários conseguem, de fato, acumular funções. Assim, cuidam dessa parte sozinhos. No entanto, eventualmente, deixar o serviço na mão de um especialista pode ser vital. Por exemplo, quando a empresa começa a crescer muito. Ou, então, quando começa a ter problemas.

Nesse meio tempo, digamos que você queira aprender como fazer a contabilidade. O primeiro passo é, certamente, aprender mais sobre o assunto. Há muito conteúdo na internet. Além disso, há diversos cursos, gratuitos e pagos.

Depois de aprender, enfim, chega a hora de pôr a mão na massa. Mas, como? É o que veremos no próximo tópico.

Como é feita a contabilidade de uma empresa: 10 atividades importantes

É possível entender como fazer a contabilidade de uma empresa. Para isso, contudo, você precisa saber o básico. Há algumas atividades muito importantes. E elas precisam ser feitas.

Essas atividades não são opcionais. São obrigatórias. No entanto, garantem que sua empresa se mantenha bem. São elas:

  1. Escolher o regime tributário. Uma boa escolha precisa estar de acordo com seu tipo de produto/serviço oferecido, faturamento e lucro;

  2. Elaborar e enviar documentos. Alguns deles: balanço patrimonial, balancete, declarações, DRE, entre outros;

  3. Manter o registro da empresa em dia junto aos órgãos governamentais;

  4. Fornecer dados úteis para, assim, prever o fluxo de caixa;

  5. Calcular o capital de giro. É ele que irá garantir, de fato o pleno funcionamento do negócio;

  6. Garantir que a empresa esteja em dia com as legislações fiscal, previdenciária bem como trabalhista;

  7. Precificar o produto ou serviço. É preciso garantir tanto o lucro quanto a competitividade;

  8. Calcular corretamente os impostos sobre o faturamento. Leve, sobretudo, em consideração a legislação tributária brasileira;

  9. Analisar sempre os indicadores financeiros do negócio;

  10. Calcular corretamente a folha de pagamento dos funcionários. Garanta, dessa forma, que esteja em conformidade tanto com a CLT quanto com Sindicatos.

Todos estes pontos são essenciais para uma empresa. Eles garantem que você cresça de forma saudável e constante. Além disso, essas tarefas precisam estar sempre em dia e sofrendo atualizações constantes.

Entenda o seu tipo de negócio para aprender como fazer a contabilidade de uma empresa

Há outro ponto igualmente importante na hora de começar a fazer a contabilidade da sua empresa. Entender a que categoria ela pertence. Assim, uma empresa pode ser classificada de três formas, de acordo com:

  • Sua natureza jurídica;

  • Seu porte;

  • Seu regime tributário.

Vamos entender, portanto, estas classificações:

Natureza jurídica de uma empresa

Sua empresa pode ser classificada em um dos quatro regimes a seguir:

  • EI (Empresário Individual) – Empresa sem sócios, não existe capital mínimo, poderá se enquadrar como simples nacional ou lucro presumido, não existe limite de contratação de funcionários. Porém, nesta natureza jurídica, não há separação entre o património da empresa e o pessoal, portanto, isto proporciona um risco ao patrimônio pessoal no caso da empresa contrair dívidas.

  • Sociedade Empresária Limitada – Essa sociedade possui uma identidade jurídica própria, ou seja separada dos seus sócios. Tem como vantagem a proteção de bens pessoais, já que o patrimônio da pessoa jurídica é separado do patrimônio dos sócios. A partir da instituição da Lei 13.874/2019 (Liberdade Econômica), que alterou o Art. 1.052 do Código Civil, esta natureza jurídica poderá ser denominada “unipessoal”, sendo composta a partir de um sócio. Mas, com efeito, seus patrimônios pessoais não ficam vinculados ao negócio;

  • Sociedade Simples – Pode ser de dois tipos: Sociedade Simples Pura ou Sociedade Simples Limitada. Na Sociedade Simples Pura todos os sócios devem ter formação e habilitação na profissão atrelada à empresa. Pode ser medicina, engenharia etc. Já a Sociedade Simples Limitada é possível quando a empresa não tem atuação somente em atividade intelectual. Aqui cabem o treinamento gerencial, marketing, consultorias etc. A partir da instituição da Lei 13.874/2019 (Liberdade Econômica), que alterou o Art. 1.052 do Código Civil, esta natureza jurídica poderá ser denominada “unipessoal”, sendo composta a partir de um sócio.

  • Sociedade Limitada Unipessoal  –  É importante saber que a chamada “sociedade limitada unipessoal”, é apenas uma “denominação” e não uma natureza jurídica. Não houve a criação de um novo tipo jurídico e sim uma alteração prevista pela Lei 13.874/2019, a chamada Lei da Liberdade Econômica,  que alterou o Art. 1.052 do Código Civil, possibilitando que a Sociedade Limitada, sendo simples ou empresária, que foram mencionadas acima, sejam denominadas de “unipessoal”. Isto é, sendo composta a partir de um sócio.

    S.A. – Sociedade Anônima

    Este é o tipo de sociedade que é dividida em ações e não cotas. Portanto, ela não tem sócios, mas sim, acionistas. É o tipo mais comum em empresas de grande porte.

    Como acionistas, todos têm liberdade para comprar mais ações. Da mesma forma, podem vender parte das suas.

    Há, basicamente, dois tipos de S.A.:

    • Capital Aberto – Este tipo de empresa vende suas ações na Bolsa de Valores.
    • Capital Fechado – Aqui, as ações só podem ser vendidas para outros sócios ou convidados.

    MEI – Microempreendedor Individual

    O MEI é aquele empresário que trabalha sozinho e fatura até R$81 mil ao ano, ou R$ 6.750,00 mensalmente, em média.

    Os custos mensais desse tipo de empresa são fixos. A taxa é baseada no salário-mínimo em vigor. Pode pagar seus impostos pelo Simples Nacional quanto e SIMEI.

    Não precisa de escrituração contábil e é assegurado pela Previdência Social. Dessa forma, pode aposentar-se por idade e tem alguns benefícios.

    É ideal para quem está começando.

Porte da empresa

Conforme seu porte, uma empresa pode ser classificada de duas formas:

  • ME (Micro Empresa) – Precisa ter faturamento anual máximo de R$ 360 mil;

  • EPP (Empresa de Pequeno Porte) – O faturamento anual é maior. No entanto, precisa ficar entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões.

Regime Tributário da empresa

Nesse ponto, uma empresa pode ser classificada de 3 formas:

  • MEI – Para empresas que faturam até no máximo R$ 81 mil ao ano;

  • Simples Nacional – Neste caso o faturamento máximo anual sobe para R$ 4,8 milhões;

  • Lucro Presumido – Aqui a empresa precisa ter faturamento anual máximo de R$ 78 milhões. No entanto, tem algumas restrições. Não pode ser empresa pública, nem atuar no setor financeiro;

  • Lucro Real – Neste caso, obrigatório para empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões.

Como fazer a contabilidade de uma empresa Simples Nacional ou Micro Empresa – 5 dicas certeiras

Fazer a contabilidade pode ser uma tarefa mais fácil. Ou mais complexa. Quem decide isso é você. Abaixo você vai encontrar 5 dicas. Coloque-as em prática hoje mesmo. Assim, elas tornarão sua contabilidade menos complicada.

  1. Mantenha o registro de receitas e despesas em dia. Organização é a chave de qualquer negócio. E quando se fala em contabilidade, sem dúvida, ela é vital. Portanto, mantenha um registro organizado de todas as negociações feitas. Registre notas, recibos, extratos, contas a pagar e a receber, contratos, balancetes etc.

  2. Organize um calendário para não esquecer as datas de pagamento de tributos e impostos. Se organize de forma mais sistemática. Assim não deixará nenhum pagamento para trás.

  3. Use a tecnologia a seu favor. Um bom software de gestão contábil pode ser muito útil. Principalmente na hora de manter os números em dia. Softwares do tipo ajudam muito. Uma vez inseridas as informações, eles geram relatórios completos de forma automática. Isso economiza muito tempo da sua vida.

  4. Atualize-se sempre. Como proprietário, aprenda pelo menos o básico sobre como fazer a contabilidade de uma empresa. Além disso, é importante estar atento. Você encontra muito conteúdo em sites e redes sociais. Isso, além de cursos da área financeira. Sempre há novas atualizações.

  5. Escolha bem quem vai te ajudar com a contabilidade. Empresas pequenas podem parecer mais simples. No início, conseguem ser geridas quase completamente pelo dono. No entanto, tão logo começam a crescer, é preciso delegar tarefas. Dessa forma, você consegue mais eficiência, assertividade nas decisões e economia.

Conte com um time de especialistas

Na Previsa, nosso time está sempre atento para buscar as melhores experiências e fornecer um atendimento personalizado desde o primeiro contato. Nossos profissionais, além de ampla experiência em relacionamento, são proativos, objetivos e estão altamente preparados para atender e encantar.

Fale com um de nossos consultores e descubra como também podemos ajudar a sua empresa a crescer!

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  WhatsApp: + 31 97196-0369

Banner Geral Orçamento
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *