Contabilidade para prestadores de serviços

10 de setembro de 2021Contabilidade para prestadores de serviços

Contabilidade para prestadores de serviços deve estar presente em todas as empresas assim como seus controles e relatórios estratégicos. Desde as micro até as de grande porte, é necessário atentar para o setor financeiro para que a companhia consiga arcar com seus compromissos e ainda vislumbrar uma expansão ordenada.

No caso de empresas prestadoras de serviços, essa tarefa requer atenção. Isso porque a companhia não comercializa ou fabrica produtos e sim, oferece assessoria que depende exclusivamente de domínio e prática do profissional. Ou seja, o acompanhamento do fluxo de caixa e planejamento estratégico deve considerar outros quesitos que não são facilmente mensuráveis.

Por isso que existem contabilidades para prestadores de serviços. Com know-how no mercado, elas conseguem orientar os empreendedores e ainda realizar a gestão financeira de forma ampla e responsável.

Mas antes de falarmos sobre os benefícios da empresa contábil para prestadoras de serviços, vamos conhecer um pouco mais sobre a atividade.

Quem são as prestadoras de serviço

Para explicar o trabalho de um prestador de serviço, é preciso entender o significado da palavra ‘serviço’. Em resumo, é possível dizer que é sempre quando alguém oferece algo não material, que não se pode possuir, armazenar ou transferir a outro. Quando o bem não é físico, ele é entendido como serviço.

Portanto, prestadores de serviços são profissionais e empresas que, digamos, comercializa seu conhecimento, experiência e tempo em uma determinada área para terceiros. Esse trabalho não está relacionado a bens materiais, sendo considerada intangível.

Isso é feito por meio de mão-de-obra especializada física ou intelectual. Alguns exemplos de atividades realizadas por prestadores de serviços são:

  • Alimentação
  • Análise
  • Assessoria
  • Conserto
  • Consultoria
  • Hospedagem
  • Instalação
  • Limpeza
  • Manutenção
  • Segurança
  • Transporte

Como toda empresa formalizada, para ser prestadora de serviços é necessário ter o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), contrato social constando o nome dos sócios e ainda quitar os valores referentes aos impostos e taxas federais, estaduais e municipais.

Já para pessoa física, ela pode ser considerada prestadora de serviços e atuar legalmente no mercado após obter o CNPJ. Inclusive, diversas áreas tem autorização para se registrar como Microempreendedor Individual (MEI), como cabeleireiro, açougueiro, adestrador de animais, agente de viagens, carpinteiro, esteticista, maquiador, entre outros.

O mercado de prestação de serviços

Com a Lei Nº 13.429/2017, conhecida como Lei da Terceirização, as empresas de serviços puderam ampliar o rol de atividades oferecidas aos clientes. Ao mesmo tempo, esses clientes passaram a ter direito de contratar profissionais ou prestadoras de serviços para controlar setores considerados essenciais para seu funcionamento, conhecidos como atividade-fim.

Com isso, tornou-se possível, por exemplo, para uma empresa de marketing contratar um profissional para realizar um plano de mídia sem vínculo empregatício. A Lei também permitiu que empresas de todos os ramos de atividade terceirizassem o setor financeiro, tributário e contábil, deixando o trabalho integralmente para as contabilidades.

Contabilidade para empresas prestadoras de serviços

Com o setor de terceirização ampliado, as prestadoras de serviços puderam não só aumentar a quantidade de clientes como incluir outras atividades. Por um lado, essa expansão possibilita o aumento do faturamento e, consequentemente, o lucro.

Mas, ao mesmo tempo, exige dos gestores um maior controle do fluxo de caixa, conhecimento amplo em legislação trabalhista e acompanhamento das leis tributárias brasileiras. Com tantos detalhes para administrar, o empreendedor pode perder o foco do que é importante para a empresa se manter competitiva no mercado e crescer economicamente.

A solução para manter a empresa prestadora de serviços em pleno funcionamento é terceirizar setores que necessitam de acompanhamento diário, como o financeiro, tributário e de pessoal. Ou seja, transferir a responsabilidade da gestão a uma contabilidade especializada em prestadora de serviços.

E são muitos os benefícios de uma empresa de contabilidade. Alguns deles são:

Formalização

Como foi dito anteriormente, para ser prestador de serviço é necessário obter o CNPJ. Mas, antes de ter o registro, o empresário precisa definir algumas características da empresa, como natureza jurídica, regime tributário e porte empresarial.

A correta escolha desses três atributos irá influenciar diretamente nas alíquotas que serão deduzidas do faturamento da empresa. Se enquadrada fora do perfil equivalente ao tamanho e objetivo do empreendimento, corre-se o risco de pagar mais impostos do que o exigido ou mesmo ser penalizado por sonegação, ainda que de forma involuntária.

No caso de empresas já em atividade, a contabilidade poderá verificar se as características da empresa estão de acordo com o enquadramento da mesma. Se sim, será feita a readequação, o que pode significar redução legal de impostos.

Controle de fluxo de caixa

Uma prestadora de serviços tem uma movimentação diferenciada de empresas do setor do comércio, por exemplo. Ao invés de registrar a venda e fazer os pagamentos de fornecedores e gastos fixos, é preciso calcular valores referentes à pessoal e gastos necessários para que o serviço seja prestado. Tudo isso deve ser sistematicamente acompanhado, com registros diários das movimentações.

A contabilidade especializada em prestadoras de serviços já possui experiência em gestão de fluxo de caixa, controle de gastos e previsão financeira. Além disso, o empresário poderá contar com análises completas do faturamento mensal e relatórios detalhados indicando o cenário atual da empresa.

Precificação de serviços

Como algo imaterial e intangível, a criação de uma tabela fixa de preço se torna uma tarefa difícil. É necessário levar em consideração diversos fatores, como experiência, conhecimento, tempo que será empregado, além de custos com equipamento, transporte, alimentação, entre outros que devem ser embutidos nos valores cobrados.

A contabilidade é muito importante no processo de precificação. Para definir um preço que seja competitivo e ainda gere lucro, a conta de considerar a cobertura total dos custos, preços praticados pela concorrência, perfil do cliente e valor agregado da marca. Além disso, é preciso estabelecer a margem de lucro desejada em cada prestação de serviço.

Ou seja, a contabilidade especializada irá gerenciar toda a parte financeira da prestadora, evitando quedas no faturamento e promovendo seu crescimento.

Terceirização do financeiro para prestadores de serviços

Nesse contexto entra o BPO com a terceirização dos processos contábeis, tributários e administrativos, abrindo o leque para que mais empresas possam se beneficiar com a descentralização das atividades.

Saiba mais sobre Contabilidade para prestadores de serviços

Tudo bem! Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua empresa. Já estamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 40 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência de contabilidade para empresas de tecnologia.

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  Whatsapp: + 31 99954-0537

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *