Compliance: o que é? Como vive? De que se alimenta?

17 de junho de 2019 Compliance
Compartilhe

Compliance: o que é? Como vive? De que se alimenta?

 Olá, leitor! Se você chegou até esse artigo é porque está em busca de informações sobre um assunto que tem sido muito discutido e muito mencionado no mercado atual: Compliance.

 Mas, o que é compliance?

Bom, significando o termo, Compliance é uma palavra de origem inglesa que se traduz em “conformidade”. Quando o termo é relacionado ao mundo corporativo, ele diz respeito à conformidade de uma empresa com as leis e normas. Ou seja, toda a parte jurídica e contábil permeia por aqui.

Hodiernamente, as empresas possuem diversas obrigações ambientais, trabalhistas, tributárias e regulatórias, além de questões legais e éticas envolvendo a concorrência.

Há, ainda, regulamentos internos da empresa, que existem para serem cumpridos.

O termo compliance é novo que representa uma mudança no mercado

Leis, normas, regulamentos e códigos de conduta, sejam eles internos ou externos, sempre existiram e sempre foi importante que fossem cumpridos. Ok! Estamos conseguindo captar sua pergunta nesse exato momento e ela está sendo repassada para a nossa página:

“Equipe Previsa, se toda essa postura é algo de tempos passados e remotos do empreendedorismo, por que criar um termo novo (como se tudo isso fosse algo novo)?”

Então, o termo veio com uma mudança no mercado. Como já mencionamos em outros artigos (nunca leu nenhum? Tá perdendo muita coisa boa! Termina esse e corre lá!), o mercado está em constante mudança e uma nova postura é requisitada.

É óbvio que respeitar normas e leis sempre foi importante, mas, atualmente, existem alguns pontos que transformaram essa obrigatoriedade em um buraco um pouco mais profundo que antigamente.

Mudanças no que diz respeito à globalização, os adventos da internet e reputação social

Cada país tem um conjunto de regras que as empresas precisam respeitar, seja qual for a sua origem. Se a companhia é brasileira, mas vende produtos para Nova York, por exemplo, vai precisar seguir leis do Brasil e também do país importador. E isso não funcionava necessariamente assim.

Outro fator que aumenta a importância do Compliance é que estamos em uma era digital… Digital Influencers… Blogueiras… Ecommerces… Com as redes sociais, as marcas estão mais expostas que nunca. E possuem um alcance mundial. O que é uma loucura!

Além disso, um último fator importante de ser analisado é que o público consumidor nunca levou tão a sério a reputação das empresas quanto atualmente. As pessoas estão cada dia mais conscientes. Ou seja, se a empresa que eles consomem não têm alguma obrigação em dia (e eles tomam conhecimento), claramente ela terá seus dias contados.

 “Mas, Equipe Previsa, quais as vantagens do compliance para o meu cliente contábil?”

É elementar, meu caro, que adotar um sistema de Compliance trará benefícios para empresas de qualquer porte. E, sim, existem diversas vantagens, mesmo para companhias que não precisam de licenças especiais do poder público ou não têm a intenção de participar de licitações.

Vamos listar algumas aqui:

  1. Melhoria da imagem da empresa

Conforme mencionamos, seus clientes estão muito mais sagazes que antigamente e, atualmente, eles buscam com muito mais afinco algo que vá além de qualidade no produto (ou serviço prestado).

Tenha em mente a quantidade de juízes de valor que as redes sociais mantêm e pense no impacto negativo que algo de errado com a empresa pode ter. O programa de Compliance pode ser um aliado nesse sentido, para garantir que as normas externas e internas a esse respeito sempre sejam cumpridas.

Esse será o primeiro ponto que você irá tratar com seu cliente contábil: a imagem imaculada da empresa.

  1. Melhoria da satisfação dos funcionários

Pesquisas realizadas mostram que, dentre outros pontos importantes, profissionais trabalham mais satisfeitos em uma empresa correta, que cumpre com todas as normas. Isso porque a empresa passa para o colaborador uma sensação de segurança. Lembre ao seu cliente que salário, benefícios, boas condições de trabalho são pontos que serão sempre respeitados e, se a empresa dele mantém todas as obrigações em dia, mostra ao funcionário que ele pode trabalhar tranquilo.

Além disso, dá uma sensação de orgulho dizer que faz parte de uma equipe que não tem um “a” negativo a ser dito. Um bom programa de compliance costuma ter efeito positivo em todos os processos da empresa, tornando-a muito mais organizada e atrativa para se trabalhar.

Um segundo e lindo ponto a ser tratado com seu cliente: a satisfação de toda a equipe colaboradora.

  1. Melhoria da produtividade

Isso está vinculado ao benefício de cima.

Se um colaborador está feliz, alegre, satisfeito, serelepe e pimpão, obviamente, ele terá um nível de produtividade melhor.

Pense assim, nos dias em que você está com o astral mais baixo, sua produtividade é a mesma? Em grande parte das vezes, não. Isso acontece com todos. Sendo assim, se seu cliente mantém a empresa dele com processos organizados, os colaboradores se sentirão valorizados e terão maior motivação e engajamento.

Mais um ponto positivo a ser tratado com seu cliente em um sistema Compliance.

  1. Facilidade na captação de recursos

Foco nas finanças? Temos também!

Em determinadas áreas e projetos, há parcerias estratégicas com outras instituições que podem representar grandes oportunidades e levar a empresa a outro patamar. Esse pode ser o caso de seu cliente.

Mas, quem vai arriscar ver seu nome vinculado a uma organização que não se preocupa com o Compliance? Atualmente, isso é muito complexo.

Na hora de avaliar os prós e contras do projeto, o possível parceiro vai investigar o passado da empresa e julgar se vale a pena correr o risco de trabalhar com ela.

Ou seja, para seu cliente conseguir recursos e parceiros, um sistema Compliance pode ajudar muito.

  1. Menor chance de riscos jurídicos e financeiros

Ok, enquanto profissional contábil você sabe que uma empresa corre riscos frequentes.

A Receita Federal e a Justiça do Trabalho, por exemplo, aplicam sanções pesadas a todos aqueles que não respeitam suas obrigações. Sendo assim, manter a vida da empresa em dia é uma obrigação e, além disso, é uma forma de resguardar o poder aquisitivo de seu cliente (uma vez que um rombo no orçamento em decorrência de uma multa não será nada bem visto).

Somando esses prejuízos a outros já citados – como danos à imagem da empresa -, o número de clientes diminui, as dívidas aumentam e pode ficar difícil se recuperar, ainda mais quando a concorrência é feroz e as margens de lucro reduzidas.

Conclusão

Claro que existem outros tantos benefícios. É aquela velha história de fazer a coisa certa mesmo que ninguém esteja olhando (embora a ideia do programa de Compliance seja justamente olhar para essas coisas). Depois, muitos benefícios aparecerão, como melhora na imagem da marca, na satisfação dos funcionários e outros que listamos aqui.

Quer saber mais? Entre em contato conosco.

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  Whatsapp: + 31 99967-7662

 

Solicite um orçamento

Se tiver alguma dúvida, deixe aqui o seu comentário ou entre em contato conosco por meio do site: http://previsa.com.br/contato

Siga-nos também nas redes sociais e inscreva-se no nosso canal para ficar por dentro de todas as novidades do universo da contabilidade.

Facebook: https://www.facebook.com/previsacontabilidade
Twitter: https://twitter.com/previsa
Youtube – Descomplica Previsa: https://goo.gl/zepzly
Blog: http://previsa.co

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *