Contabilidade de custos: 7 passos para entender como é feita

23 de março de 2022 Contabilidade de Custos
Compartilhe

Quando se fala em gestão eficaz de uma empresa, a contabilidade de custos sempre aparece como fator essencial. Isso acontece porque as ações financeiras de uma empresa garantem – ou não – sua estabilidade no futuro.

O gestor que tem a intenção de fazer sua empresa crescer, precisa ter um olhar cuidadoso tanto pelo macro quanto pelo micro. Ações cotidianas e simples como registrar o fluxo de entrada e saída de mercadorias são essenciais para este sucesso. No entanto, há ações mais amplas que exigem um olhar minucioso.

Para manter uma empresa saudável, por exemplo, é preciso garantir sua rentabilidade. Uma empresa que consome mais recursos que produz, nesse sentido, está fadada ao fracasso. Dessa forma, cabe ao gestor garantir que cada pedacinho de sua empresa está funcionando adequadamente. 

Se você é gestor e quer que sua empresa cresça cada vez mais, precisa entender conceitos como este. Sabendo disso, preparamos este artigo que vai trazer a você não apenas boas respostas, mas dicas imperdíveis também. 

O que é contabilidade de custos

A contabilidade de custos faz parte do setor financeiro. Sua principal função é dar aos gestores uma visão geral do financeiro do negócio, de forma a garantir mais assertividade na hora de tomar decisões e fazer planejamentos estratégicos. 

Com a Revolução Industrial este tipo de contabilidade foi se mostrando extremamente necessária. Era preciso controlar estoque, valores recebidos, valores a pagar e muitas outras operações cotidianas das fábricas. A partir destes problemas, foram sendo criadas ferramentas para resolução mais simples. E a contabilidade de custos é, sem dúvida, uma das que mais faz diferença.

A contabilidade de custos compreende todos os gastos envolvidos não apenas na produção, mas também na comercialização de produtos e serviços.  Entendeu o que é a contabilidade de custos?

A função da contabilidade de custos

A contabilidade de custos permite uma análise gerencial bem precisa para qualquer empresa. Através de análises desse tipo é possível concluir, por exemplo, os motivos para alguns produtos terem determinados preços para o consumidor. Você analisa dessa forma, quanto custa para a sua empresa oferecer esse produto ou serviço. 

Esse tipo de contabilidade tem algumas funções. 

Ela permite ao gestor fazer estimativas de custos

Com um bom planejamento você pode, por exemplo, prever não apenas gastos, mas também ganhos nos meses seguintes. Também pode fazer projeções de vendas. Essas projeções permitem que você organize melhor seu estoque, planeje promoções ou outras ações em sua empresa. As estimativas de custos também são muito importantes, pois podem ser base para decisões como adição de novos produtos ou serviços, ou mesmo descontinuação de um destes.

A contabilidade de custos permite a manutenção da lucratividade

Para oferecer um produto ou serviço, a empresa primeiro tem custos. Estes custos envolvem os valores envolvidos na produção do seu produto ou serviço. Quando você gestor não entende toda a matemática por trás do preço de venda de um produto, pode acabar oferecendo-o por valores que acabam não cobrindo os custos desse processo.

No entanto, quando a contabilidade de custos é bem-feita, você consegue ter essa visão do todo. Dessa forma, consegue fazer bons preços, que te deem uma boa margem de lucro, mas que ainda sejam competitivos. 

Através da contabilidade de custos você pode identificar cortes necessários

Dentro de um cenário ideal, a contabilidade de custos faz parte da rotina diária de qualquer empresa. Tendo sempre acesso aos relatórios gerados, é possível identificar situações em que é necessário reduzir custos.

Através de planilhas com dados financeiros você pode decidir quais as melhores áreas para fazer estes cortes ou então onde é possível reduzi-los. É através desse gerenciamento que você conseguirá tomar essas decisões de forma a gerar a economia necessária e, ao mesmo tempo, não ter um impacto negativo na sua receita. 

Tipos de custos

Há diversos custos envolvidos na venda de produtos ou serviços. Entendendo cada um deles você consegue visualizar melhor os diferentes dados dos relatórios gerados pelo setor financeiro. 

  • Custos diretos – aqui entram custos diretamente envolvidos com a produção do material como matéria-prima, materiais utilizados na embalagem e outros. 
  • Custos variáveis – estes custos variam de acordo com o volume de produção. Quanto maior a produção, maior o gasto com matéria-prima e embalagens, por exemplo.
  • Custos indiretos – aqui entram valores que não têm relação direta com a produção do produto, porém fazem parte dos custos gerais das operações. Aqui entram aluguel, gastos com energia elétrica, água e internet, salários de funcionários que atuam no processo produtivo etc.
  • Custos fixos – estes estão ligados aos custos indiretos, pois seu valor não aumenta ou diminui conforme o volume de produção. Aqui entram aluguel, pagamento de funcionários da administração etc. 

7 passos para entender como é feita a contabilidade de custos

Fazer a contabilidade de custos não é necessariamente um processo difícil. No entanto, é preciso que seja feita por alguém com experiência, e que tenha acesso à todas as informações necessárias para realização do trabalho.

Da mesma forma, é preciso investir em manter essa parte do financeiro sempre em atualização. As informações precisam ser inseridas o mais rápido possível, para que relatórios sejam feitos sempre que necessário. Para fazer esse processo você precisa seguir alguns passos.

  1. Faça uma lista com todos os custos e despesas da empresa. Esse levantamento pode ser feito de diversas formas. A mais simples é utilizar uma planilha básica do Excel. No entanto, se você busca praticidade, investir em um bom sistema de gestão integrada pode te ajudar a ter sempre todos os dados necessários à mão.
  2. Identifique os custos diretos de cada produto. Relacionar estes custos vai te permitir entender quando realmente custa para a empresa ofertar cada produto para a venda. Assim, você tem um custo de produção médio, que vai te ajudar a observar sua lucratividade.
  3. Faça comparações entre o custo direto e o valor de venda de cada produto. Essa comparação é que vai te ajudar a entender se sua margem de lucro está sendo boa, ou se você está no prejuízo, por exemplo. 
  4. Faça o rateio dos custos indiretos entre os produtos. Quando seu custo de venda é maior que o da produção, significa que está tudo ok. Mas ainda há custos a serem considerados como impostos e afins. É preciso observar atentamente para cada produto, pois alguns podem precisar assumir custos maiores que outros. 
  5. Busque o ponto de equilíbrio para os produtos. Depois que você já definiu os custos de cada produto, precisa encontrar um ponto de equilíbrio. Esse ponto seria um valor em que o produto não gere prejuízo para a empresa, nem lucro. Assim você pode prever quantos produtos você precisa vender para cobrir os custos, por exemplo. 
  6. Seja estratégico. Você provavelmente tem um bom planejamento, com objetivos bem claros sobre o que busca para sua empresa. Com os dados obtidos até aqui, você poderá planejar muito melhor o que fazer para alcançar estes objetivos. 
  7. Mantenha o acompanhamento sempre. Já falamos sobre isso, mas este assunto merece um item só pra ele. Este tipo de controle deve ser atualizado constantemente. As planilhas ou softwares de gerenciamento precisam ser alimentados com dados atuais sempre. É a melhor forma para obter dados de forma rápida e certeira. 

Resumo

Este artigo trouxe respostas bem importantes no que se refere à contabilidade de custos, não é mesmo? Veja os principais pontos abordados:

  1. O que é contabilidade de custos
  2. A função da contabilidade de custos
  3. Tipos de custos
  4. 7 passos para entender como é feita a contabilidade de custos

Conte com um time de especialistas

Na Previsa, nosso time está sempre atento para buscar as melhores experiências e fornecer um atendimento personalizado desde o primeiro contato. Nossos profissionais, além de ampla experiência em relacionamento, são proativos, objetivos e estão altamente preparados para atender e encantar.

Fale com um de nossos consultores e descubra como também podemos ajudar a sua empresa a crescer!

Banner BPO
Banner Geral Orçamento
Compartilhe

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *