Como fazer gestão financeira em sua empresa

24 de março de 2021Gestão financeira

À medida que o empreendimento cresce, aumenta também a responsabilidade do gestor quanto à saúde financeira da empresa. Isso porque, os valores a serem administrados aumentam, bem como o número de fornecedores, colaboradores e transações que são realizadas diariamente e assim também, a importância da gestão financeira.

É um verdadeiro desafio para o gestor que, além de equilibrar as contas, ainda precisa se manter atualizado no mercado. Conhecer a legislação tributária brasileira é outra tarefa que exige dedicação, já que as regras mudam periodicamente e é necessário estar ciente delas para que a empresa permaneça regularizada junto à Receita Federal.

O fato é que todas as empresas, seja de pequeno, médio ou grande porte, precisam de gestão financeira para manter sua atividade e vislumbrar um futuro próspero.

O que é gestão financeira?

Podemos dizer que gerir as finanças de uma marca é aplicar um conjunto de ferramentas estratégicas que garante o fortalecimento da empresa. Se bem estruturada, a gestão é capaz de aumentar o lucro e garantir a continuidade da atividade comercial.

Dentre as ações pertinentes ao processo estão o planejamento, análise, direcionamento e controle de todos os aspectos relacionados à monetização. Através de um gerenciamento efetivo, o empresário consegue determinar metas e elaborar estratégias para alcança-la.

Outra vantagem é que, com uma análise detalhada e realista do cenário mercadológico, o administrador poderá criar projeções que irão auxiliar na tomada de decisões.

Uma boa técnica para saber se a gestão da empresa está em dia é responder a quatro questões:

  • Como está o indicador financeiro?
  • A empresa está atuando no vermelho?
  • Quanto o caixa da empresa irá receber no próximo mês?
  • O que é preciso fazer para alcançar a meta?

Ter acesso a essas informações é fundamental para gerir uma empresa e a equipe responsável deve saber responder a todas elas com dados atualizados.

O objetivo do trabalho é assegurar a boa saúde financeira da empresa e, assim, possibilitar seu crescimento no mercado, atrair investidores, manter o pagamento dos tributos em dia, aumentar o fluxo de caixa, preservar o patrimônio, entre outros benefícios.

Mas como fazer a gestão financeira da empresa de forma eficiente?

Como fazer gestão financeira?

Acompanhar as entradas e saídas de verba, gerir o capital, organizar os pagamentos. A gestão financeira deve estar presente na rotina da empresa. Tal processo precisa ser sistematizado e envolver os colaboradores. Já o papel do administrador é acompanhar as transações, garantir que o planejamento seja cumprido e mensurar os resultados.

Para facilitar, é possível separar a gestão em quatro níveis: caixa, tributo, investimento e crise.

  • Gestão de caixa

Sem controle do valor que entra e sai diariamente da empresa não é possível criar um planejamento financeiro eficaz.

Mais que registrar compra e venda, o administrador precisa lançar as informações relativas a elas, como montante, data e até o motivo da transação. Também entram na planilha do caixa o pagamento das contas recorrentes – incluindo fornecedores, salário de colaboradores, água, luz, aluguel, entre outros.

Esse processo é essencial uma vez que, a partir dele, o gestor terá conhecimento do destino da verba recebida em, com isso, identificar quais gastos podem ser reduzidos. Somente assim será possível analisar os dados e criar um planejamento objetivo e prático.

  • Gestão tributária

Essa etapa é, muitas vezes, ignorada pelos gestores, que acreditam que os tributos pagos ao Fisco não podem ser flexibilizados.

De fato, as alíquotas são fixas e respeitam uma série de regras relacionadas à atividade exercida, regime enquadrado e porte da empresa. Contudo, é possível reduzir certas porcentagens por meio de uma revisão tributária, resultando em readequação ou mesmo mudança de regime.

Para tanto, é preciso realizar um estudo aprofundado, sempre levando em consideração a legislação brasileira. Caso exista possibilidade de redução, a empresa só tem a ganhar, já que irá reduzir os gastos com impostos e taxas, aumentando a margem de lucro.

  • Gestão de investimento

Administradores devem avaliar toda e qualquer aquisição para que não haja desperdício de verba. Entender o retorno financeiro que as transações relacionadas a compra, troca ou ampliação – seja de maquinário, ferramenta, equipe de trabalho ou expansão da filial – oferecem à empresa é parte da gestão de investimento.

Em primeiro lugar, é preciso realizar um estudo de viabilidade em relação à verba que será empenhada, tempo de implementação e cálculo do retorno a médio e longo prazo.

Também é necessário atentar para o fator capital de giro, importante para manter as contas em dia e não transformar o investimento em dívida. Em muitos casos, solicitar financiamento junto a bancos, cooperativas e para o BNDES pode ser a chave para investir sem reduzir o dinheiro em caixa.

  • Gestão de crise

Qualquer empresa que esteja ativa no mercado está sujeita a uma crise econômica. Nesse caso, é preciso ter disciplina, cautela e análise crítica. Todo problema financeiro deve ser investigado até que se encontre a causa. Esse passo é fundamental para evitar reincidência e danos maiores ao financeiro.

A regra de ouro é quitar as dívidas mais antigas e que, provavelmente, possuem valor de juros mais altos. Assim, evita-se o aumento exponencial do montante a ser pago. Outra ação importante é negociar prazos com os credores e renegociar os débitos.

Enquanto negocia, é essencial realizar um estudo para reduzir os custos. Essa análise será útil, também, para manter a receita mais que a despesa e, assim, recuperar a confiança do mercado.

Assessoria Empresarial

Diversas dúvidas podem surgir durante o processo de gestão financeira. Até os empresários mais experientes buscam ajuda para manter a saúde financeira da empresa e expandir com segurança.

Se esse for seu caso, basta entrar em contato com uma contabilidade especializada. Além de garantia de um trabalho profissional, você ainda conta com consultoria voltada ao ramo de atuação.

Saiba mais sobre Planejamento financeiro empresarial

Contabilidade Consultiva

Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua empresa. Ficamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 40 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência.

 

Fale com a Previsa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *