Veja como abrir Holding Familiar

5 de fevereiro de 2021 Como fazer Holding Familiar
Compartilhe

Muitas pessoas querem saber como abrir Holding Familiar. Um dos propósitos do empresário é ser bem-sucedido nos negócios, ampliar o patrimônio e deixar uma boa herança para seus descentes. Já os herdeiros, são preparados durante a vida para, um dia, assumir o controle dos bens e dar continuidade às atividades.

Mas nem sempre essa história termina como o esperado, principalmente quando existem muitas empresas no clã. Em muitos casos, basta o titular do patrimônio falecer para dar início aos desentendimentos relacionados à herança.

Para evitar as desavenças e facilitar o processo de sucessão patrimonial, muitos estão optando por abrir uma Holding Familiar, modelo seguro e rentável de administração de empresa e bens familiares.

Mas como constituir uma Holding com foco em patrimônio de pessoas físicas com elo parental? É o que vamos explicar nesse artigo.

O que é Holding?

O termo é originário do inglês ‘to hold’, que em pode ser traduzido como segurar, manter, possuir. A definição é simples: uma organização que se torna responsável por administrar outras empresas, mantendo o controle sobre a gestão financeira e política daquelas que fazem parte do seu grupo.

Além do nome estrangeiro, as Holdings também são conhecidas como:

  • Sociedade Holding;
  • Sociedade gestora de participações sociais;
  • Empresa de participações;
  • Empresa-mãe.

Para que uma empresa seja classificada como Holding, é preciso investir em ações e fazer parte do quadro societário das empresas que pretende administrar, que recebem o nome de subsidiárias. Entretanto, não é só comprar parte de uma companhia. É preciso que organização seja majoritária, adquirindo, pelo menos, 51% da empresa em ações ou cotas.

O mercado para Holding é amplo, podendo reunir em um só grupo empreendimentos de diferentes setores, sejam eles de pequeno, médio ou grande porte.

Holding e suas variações

A Holding pode ser constituída seguindo duas classificações, que variam de acordo com a atividade exercida:

Holding pura

É o modelo na qual a empresa-mãe tem como foco a administração das demais e não possui atividade comercial, como prestação de serviço e comercialização de produto. Esse tipo de Holding, em geral, não oferece riscos ao patrimônio e utiliza receitas não tributáveis para quitar despesas dedutíveis.

Holding mista

Empresários que escolhem essa categoria podem, além de atuar como controladora das empresas, exercer atividade comercial, desde que não seja no setor industrial. Esse é o modelo mais adotado pelas sociedades gestoras brasileiras, já que oferece benefícios tributários ao gerar receita tributável para despesa dedutível.

A partir da classificação, é possível criar uma Holding diferente para cada objetivo econômico e adequado ao perfil de investimento. Os principais modelos disponíveis são:

  • Administrativa;
  • Controle;
  • Derivada;
  • Familiar;
  • Participação;
  • Patrimonial.

Vantagens da Holding Familiar

A Holding Familiar está sendo apontada como a alternativa mais segura para manter o controle das empresas e garantir seu funcionamento após o falecimento do gestor responsável. É muito útil também em caso de dívida e divórcios. Diferente do inventário, que requer um longo processo para ser finalizado, ficando a administração à cargo dos demais acionistas minoritários.

Para que fique claro, vamos imaginar que a família – que pode ser composta por irmãos, filhos, tios e outros – tem quatro empresas, A, B, C e D. Para reunir todas em um só grupo, o empresário cria a Holding E, adquire 51% das ações ou cotas das quatro empresas, que passam a ser administradas pela Holding E.

Ou seja, a empresa-mãe – e nesse caso faz todo o sentido utilizar esse nome – se torna sócia majoritária das, digamos, empresas-filho. Na falta do proprietário da Holding E, os herdeiros são reconhecidos como sócios da Holding, de acordo com a Lei de Sucessão.

O processo evita o conflito de interesses por parte dos parentes, uma vez que o contrato da gestora já está estabelecido. Além disso, a Holding se mostra mais vantajosa para a gestão tributária e patrimonial, já que os processos estarão concentrados e as decisões são tomadas com os membros da família.

Como exemplo bem-sucedido podemos citar a família Mars, que começou com a venda de doces em 1911. Hoje, é conhecida por ser proprietária da marca de chocolate M&M, Twix e Snickers, além das conhecidas Whiskas, Royal Canin e Pedigree, do ramo de produto para cuidados animais.

Como montar a Holding Familiar

Na teoria, fundar uma empresa-mãe pode parecer fácil, mas tem seus desafios justamente por se tratar de questões familiares. Além de enfrentar as burocracias do país – comum a todas as empresas –, é necessário ter capital para investir e contar com a aprovação dos membros que irão fazer parte da empreitada.

Comunicação

Desde a decisão de criar uma Holding Familiar até o trabalho de administração das subsidiárias, o diálogo com os membros da família é crucial para fazer um bom negócio.

Por isso, o primeiro passo é expor a vontade de reunir o patrimônio do clã. Em reuniões particulares e em conjunto, é preciso explicar o funcionamento e ouvir as expectativas dos participantes.

Diversos encontros serão realizados após a primeira abordagem. Um deles deve ser para listar os bens e decidir quais deles – ou todos – irão fazer parte do contrato. A definição da função e participação de cada um também é uma importante decisão, que precisa ser feita em conjunto e registrada em ata.

Viabilidade

Feito o levantamento do patrimônio, é o momento de fazer um estudo de viabilidade para identificar as possibilidades e definir estratégias. É importante realizar um planejamento considerando o faturamento de cada empresa, valor dos imóveis, classificação da Holding – se pura ou mista – e tipo societário – Limitada, Sociedade Anônima ou Eireli –, que vai influenciar no pagamento dos tributos.

Burocracia

Definidos os sócios, valor das cotas e ações, e planejamento sucessório, chega a hora de tornar a Holding real. Para isso, é preciso reunir a documentação de todos os envolvidos, formatar e assinar o contrato social, e dar entrada na Junta Comercial local.

Assim que estiver devidamente registrada, os familiares devem transferir parte das ações para a Holding e, assim, criar o grupo de subsidiárias.

Assessoria

Administrar uma empresa é um desafio. Ser responsável por outras é ainda mais complexo. Por isso, a melhor forma de começar com o pé direito e manter o planejamento é contratando uma empresa especializada, que irá oferecer assistência nos processos.

A Holding Familiar possui muitas vantagens e desburocratiza a sucessão patrimonial. Com redução das alíquotas de imposto, a empresa-mãe se torna a alternativa mais rentável de proteger os bens.

Ainda tem dúvidas de como fazer a sua Holding Familiar? Nós podemos te ajudar! Entre em contato.

Quer saber mais sobre como funciona uma holding Familiar?

Contabilidade para holding: conceitos e suas vantagens

Por que a sucessão familiar é sempre um desafio?

Entenda o que é holding familiar, patrimonial, imobiliária e suas vantagens

Precisa de ajuda? Entre em contato!

Estamos preparados para conversar melhor contigo sobre as suas ideias.

Que tal entrar em contato com a gente? A Equipe Previsa terá um imenso prazer em receber você e sua empresa. Ficamos te esperando!

Como trocar de contabilidade passo a passo

Sobre a PREVISA CONTABILIDADE

Criada há mais de 40 anos, a PREVISA CONTABILIDADE tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Previsa é seu atendimento com excelência.

 

Fale com a Previsa

Entre em contato já! Podemos ajudar você hoje!

Solicite uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento:

www.previsa.com.br   +  31 3244-3100  WhatsApp: + 31 97196-0369

 

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *